Resiliência

“A resiliência é a característica número um para se chegar ao sucesso… Vai haver um pouco de dor, um pouco de rejeição, um pouco de medo. Nós somos humanos. Isso não significa que não vai ser divertido, excitante e triunfante também”.

 Jonathan Cude é Chief Creative Officer da McKinney e autor do artigo “Não existe amor na publicidade”.

resiliencia

 

Se tem uma coisa que eu concordo é que ser resiliente, disciplinado, vida-loka ou preguiçoso, é uma questão de escolha. Ninguém nasce uma coisa ou outra. Mas, se o esporte do momento é o Crossfit, o estado de espírito da estação é a resiliência.

Resiliência, este substantivo feminino tão em voga, quando aplicado a física trata da capacidade de alguns corpos de retornar à forma original, após serem submetidos a uma deformação. Como figura de linguagem associamos à capacidade de se adaptar às mudanças.

Veja bem: mudanças podem ser boas ou ruins. E é aí que minha resiliência falha. Tendo a acreditar que tenho opção e controle sobre o que diz respeito às minhas relações. Amorosas, profissionais ou comerciais. O que me leva à ilusão de que a continuidade, ou não, dessas relações está pautada no meu bem-estar.

Sob esse véu do “meu bem-estar”, vejo a resiliência como “levar desaforo para casa”. É uma passividade em relação às adversidades das mudanças, o que me leva a sentir certa impotência. “Eu não preciso aturar isso! ”. Hoje, já não vejo mais as coisas por essa ótica.

Esse véu do “bem-estar” na verdade acaba sendo um orgulho disfarçado. E o orgulho não é um bom conselheiro. As últimas duas vezes que não consegui exercitar minha resiliência, não levei o tal do desaforo para casa e desfiz as relações por “não estarem me fazendo bem”. E… Eu perdi. Sim, perdi. Ganhei no curto e instantâneo prazo, mas perdi no médio e longo. E acredite em mim, no geral é assim. O orgulho te aconselha para agora, a resiliência olha mais longe.

Acredito que esse seja o grande motivo da resiliência estar toda faceira no meio corporativo. Em meio às gerações Y, millenials e afins, da hiperconectiviade, do agora e do feedback ansioso, esperar que as coisas se acomodem, ser espremido um período para só depois voltar à sua forma original, mesmo sem saber por quanto tempo será espremido…. Isso, sim, está em falta. E precisamos dessa calma. A resiliência é a nova paciência. É a capacidade de esperar num ambiente que está além do seu controle. E que muitas vezes não lhe parece confortável.

Estou encarando ser resiliente como um músculo do meu corpo. Exercito-o sempre para que ele esteja cada vez mais forte e resistente. E, se vale o depoimento, tenho uma prateleira cheia de desaforos que levei para casa. Depois de um tempo eles acabaram virando lindas flores. Ah, não se esqueça: a flor é o presságio do fruto.

Escrever para mim é um desafio. Fui desses alunos relapsos na escola, melhorei consideravelmente na faculdade, mas hoje recolho na escrita os frutos das aulas que não prestei atenção, principalmente as de português. Erro muito escrevendo, mas não deixo que isso seja um limitador. A ideia para mim é sempre mais encorajadora que o medo de errar. Escrevo para compartilhar o que acho que aprendi, escrevo para ver se está na hora de mudar de ideia. "Boa ideia não tem dono. Toda boa ideia que eu ouço vira minha – e eu jogo fora minha velha ideia". Flávio Gikovate

Comente

  • Uiliam

    Parabéns pelo texto. Inspirador.

    • Obrigada Uilam! Continue nos prestigiando e divulgue. Um abraço!

Veja também

start-finish-line
Encerramento de ciclos

O encerramento de ciclos é um evento muito necessário em nossas...

Women sharing text messages on phone
Desconectados

Conectado ou desconectado? Qual o futuro das redes sociais? Você já...

bigstock-Flower-In-Asphalt-6418224-1024x682
Resiliência

O que é ser resiliente? Que termo é esse emprestado da...

6995435-clown
Brincando a gente (se) aprende

Sabe o que significa ser "autôntica"? Não? Então leia o novo...

cosmos_layers-off
Cosmos: Uma odisséia no espaço-tempo

Um documentário científico que fez muito sucesso nos idos de 80,...

stephen-covey-7-havikov-visokoefektivhih-semey
Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Torne-se protagonista da sua história profissional! Em apenas 7 lições simples...

no-alvo-capa
Seja Assertivo!

Como trabalhar melhor sua comunicação? Seja Assertivo! é um verdadeiro manual...

daniel-goleman-author-of-emotional-intelligence
O Cérebro e a Inteligência Emocional

Já ouviu falar de inteligência emocional? Você sabe como a sua...

Foto Igor Matos
Entrevista com Igor Matos

Igor Matos, 27 anos, natural de Recife, Publicitário, atualmente ocupa o...

sidnei_oliveira
Entrevista com Sidnei Oliveira

Sidnei Oliveira, que é consultor, autor, palestrante, empreendedor, articulista da Exame.com,...

Elaine Peixoto
Entrevista com Elaine Peixoto

Psicóloga e coach, atua como Coordenadora de Gestão de Pessoas no...

vanessa
Entrevista com Vanessa Oliva

Mestre em Psicologia e atua como Diretora de Recursos Humanos da...

Figura1
Sedentarismo, fuja dele!

A pesquisa realizada em junho de 2015 pelo Ministério do Esporte,...

caminhar
Saia do sedentarismo caminhando

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 10 mil passos por...

8-03-4
Férias – Um bem nescessário

Não adie suas férias! Precisamos desse tempo para renovar as energias...

espada-samurai
O Código dos Samurais

O que podemos aprender com a atitude mental dos Samurais? ...

avaliacao
Feedback

Teste elaborado por Richard L. Williams, autor do livro Preciso saber...

liderança
Estilos de Liderança

Teste baseado nos 6 estilos de liderança do Ph.D Daniel Goleman....