Entrevista com Igor Matos

Foto Igor MatosIgor Matos tem apenas 27 anos, mas uma experiência de vida que não é para qualquer um. Já viveu na Espanha, teve a oportunidade de almoçar com o bilionário Warren Buffet, visitou mais de 25 países, trabalhou em loja de roupas, iniciou uma start up e agora se prepara para ser o sucessor de uma empresa. Formado em Publicidade pela Universidade Católica de Pernambuco, acabou indo parar na posição de gestor Comercial e contou para o Get Up Now um pouco da sua história e dos desafios de encarar uma responsabilidade tão grande sendo tão jovem.

 

 

 

Conte um pouco sobre a sua trajetória profissional.

Na verdade sou formado em Publicidade. Fiz parte da faculdade na Universidade Católica de Pernambuco e outra parte na Espanha. Logo no inicio, busquei atuar na minha área para conhecer o ramo. Comecei a trabalhar em agências como gerente de contas e redator. Quando voltei da Espanha, queria experimentar outras coisas além de agência para ter uma noção do mercado, e aí consegui um estágio em trade marketing e em seguida marketing, tudo na Kraft. De lá, decidi abrir uma startup de mobile payment com um amigo, mas acabei saindo do projeto e fui para a ETALENT.

 

Por que decidiu sair da Kraft, uma empresa multinacional?

Eu adorava trabalhar lá, é um lugar inspirador com gente muito boa, mas não estava me identificando com as minhas atividades. Então a oportunidade de abrir um negocio próprio foi mais interessante naquele momento. Mas acabou que eu e meu sócio começamos a divergir em alguns aspectos e achei que seria um momento legal de começar a minha carreira na ETALENT.

 

Por que você demorou a ir para a ETALENT, já que naturalmente você é o sucessor?

Eu de certa forma respiro a ETALENT desde pequeno, através do meu pai. Porém, sabia que para ser um bom gestor seria fundamental coletar o máximo de referências e experiências de organizações já consolidadas. Qual seria o motivo de tentar reinventar a roda se eu poderia aprender com outras organizações?

 

Quais foram as áreas pelas quais passou?

A ideia é que eu faça um job rotation, que vai me dar a visão holística para que eu me torne um dia sucessor. Comecei pelo Marketing, que eu já tinha know how, onde passei cerca de um ano. Depois fui para Relacionamento e hoje estou na equipe Comercial.

 

Você hoje atua em um ramo bem diferente da sua formação acadêmica. Como foi essa transição?

Não estava previsto que eu fosse para a área Comercial tão rápido, pois é muito complexa, e muito menos que eu me tornasse gestor agora. Mas foi uma questão de necessidade e oportunidade. Ainda pretendo passar por Soluções e Administrativo, mas antes preciso enfrentar o desafio de fazer os números crescerem.

 

Em algum momento se sentiu perdido ou pensou em desistir?

Não cheguei a pensar em desistir, mas com certeza o nível de estresse subiu bastante e já pensei que não iria dar conta. Ainda é muito difícil, mas conto com pessoas que me ajudam muito. Utilizamos um modelo de gestão compartilhada que tem apresentado bons resultados, dividindo a responsabilidade entre treinamento, inteligência de negócios e gestão. É uma luta diária.

 

Quais são os maiores desafios que você enfrenta no dia a dia de trabalho?

Acho que micro management é o maior desafio, pois além de cuidar das suas atividades, você precisa cuidar da rotina diária de todos os vendedores. É preciso conciliar interesses, cobrar, incentivar, desenvolver e gerir conflitos.

 

Pretende se manter na área comercial ou mudar?

Estou gostando do desafio, mas quero ainda abrir a minha visão, atuar em outras áreas. Acho que sou muito novo para me prender à gestão da equipe Comercial. E ainda quero aprender muita coisa.

 

A sucessão assusta você?

Assusta, pois sempre existe aquela responsabilidade de superar o legado, de alcançar patamares que ainda não foram alcançados, do aluno superar o professor. Este pensamento sempre está presente. E, além disso, tem pessoas que acreditam em você, que esperam que você seja o futuro da organização.

 

Você se considera uma pessoa de sorte por ser sucessor de uma empresa?

Tudo na vida tem seus ônus e bônus. O bônus é que você sabe que tem uma empresa já pronta para cuidar, querendo ou não um dia ela será sua e você terá um futuro garantido. Outra vantagem é que você pode crescer com mais rapidez e as pessoas vão te respeitar independente da posição que você assuma. O lado negativo é que existe uma pressão desde pequeno para que você assuma a operação, mantenha o legado. E se você gosta de culinária e a empresa é de logística? Além disso, você se torna uma pessoa pública para os funcionários e precisa ser mais regrado na sua vida pessoal, pois às vezes vira um exemplo pra eles, então nada de fotos vexaminosas, brincadeiras exageradas ou enfiar o pé na jaca em festas. Você precisa tomar cuidado com o que diz para os funcionários, pois o peso da sua palavra toma proporções enormes.

 

Como pretende se preparar para os próximos passos?

Futuramente tenho como projeto realizar um MBA fora do país para pegar insights e absorver outras culturas. Busco também me encontrar com outros gestores, com o intuito de aprender na prática como eles cuidam de suas organizações. Acredito muito numa frase que ouvi do Carlos Brito, ele disse que tudo na AB Inbev foi copiado, eles não perdem tempo tentando criar o novo, aprendem com os melhores e ajustam para a realidade deles.

 

Frase Get Up Now! by Igor Matos

‘Muitas vezes as oportunidades aparecem disfarçadas, a maioria delas são problemas que no final se transformam em oportunidades. Olhe com carinho para os seus problemas e tente extrair o melhor deles. Dê trabalho pro cara que vai escrever sua biografia e encha sua vida de aventuras.’

Uma pessoa que ama escrever e contribuir para o desenvolvimento das pessoas. Graduada em Publicidade em 2008 (UniverCidade), em Jornalismo em 2010 (UniverCidade) e Pós-graduada em Marketing em 2012 (Ibmec). Sou redatora de uma empresa com foco em desenvolvimento comportamental. Além disso, adoro viajar, ler, estar com família e amigos!

Comente

Veja também

start-finish-line
Encerramento de ciclos

O encerramento de ciclos é um evento muito necessário em nossas...

Women sharing text messages on phone
Desconectados

Conectado ou desconectado? Qual o futuro das redes sociais? Você já...

bigstock-Flower-In-Asphalt-6418224-1024x682
Resiliência

O que é ser resiliente? Que termo é esse emprestado da...

6995435-clown
Brincando a gente (se) aprende

Sabe o que significa ser "autôntica"? Não? Então leia o novo...

cosmos_layers-off
Cosmos: Uma odisséia no espaço-tempo

Um documentário científico que fez muito sucesso nos idos de 80,...

stephen-covey-7-havikov-visokoefektivhih-semey
Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Torne-se protagonista da sua história profissional! Em apenas 7 lições simples...

no-alvo-capa
Seja Assertivo!

Como trabalhar melhor sua comunicação? Seja Assertivo! é um verdadeiro manual...

daniel-goleman-author-of-emotional-intelligence
O Cérebro e a Inteligência Emocional

Já ouviu falar de inteligência emocional? Você sabe como a sua...

Foto Igor Matos
Entrevista com Igor Matos

Igor Matos, 27 anos, natural de Recife, Publicitário, atualmente ocupa o...

sidnei_oliveira
Entrevista com Sidnei Oliveira

Sidnei Oliveira, que é consultor, autor, palestrante, empreendedor, articulista da Exame.com,...

Elaine Peixoto
Entrevista com Elaine Peixoto

Psicóloga e coach, atua como Coordenadora de Gestão de Pessoas no...

vanessa
Entrevista com Vanessa Oliva

Mestre em Psicologia e atua como Diretora de Recursos Humanos da...

Figura1
Sedentarismo, fuja dele!

A pesquisa realizada em junho de 2015 pelo Ministério do Esporte,...

caminhar
Saia do sedentarismo caminhando

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 10 mil passos por...

8-03-4
Férias – Um bem nescessário

Não adie suas férias! Precisamos desse tempo para renovar as energias...

espada-samurai
O Código dos Samurais

O que podemos aprender com a atitude mental dos Samurais? ...

avaliacao
Feedback

Teste elaborado por Richard L. Williams, autor do livro Preciso saber...

liderança
Estilos de Liderança

Teste baseado nos 6 estilos de liderança do Ph.D Daniel Goleman....