Encerramento de ciclos

“Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver”

Gloria Hurtado

 

Em todos os campos da vida passamos por encerramentos de ciclos: biológico, emocional, pessoal e profissional. O biológico acontece de forma involuntária, e não temos nenhum controle sobre este ciclo, porque faz parte da natureza humana, mas quanto aos outros temos algum ou total controle.

Nos últimos meses refleti muito sobre as dificuldades que a maioria de nós tem para encerrarmos alguns ciclos, então cheguei aos 3 principais obstáculos que nos fazem adiar ou simplesmente não encerrar os ciclos. Convido à todos a lerem minhas reflexões:

 

O novo

Naturalmente o ser humano prefere a estabilidade dos acontecimentos a se jogar no incerto, obscuro, inédito, enfim o novo! Podemos até prever o que acontecerá na próxima etapa, mas não teremos todo o cenário desenhado, e isso é fato! Por conta dessa necessidade quase biológica de mantermos o status quo, via de regra, congelamos em cenários já desgastados e sem brilho algum. Acontece que a poderosa emoção MEDO que nos impulsiona para ação, mas que também tem como efeito colateral o “congelamento” faz com que fiquemos nas reflexões sem fim: Será que devo fazer essa mudança agora? Será que vou sofrer? E se…

Todos sabemos que o novo é atraente e quando chegamos lá, nos perguntamos: Por que demorei tanto? Sim é muito bom, mas igualmente assustador! O novo requer aprendizado rápido, superar dificuldades, experimentar novas emoções, adaptação, abertura para acolher pessoas novas e diferentes, cenários desconhecidos e principalmente requer reinventar a si próprio.

O novo de fato é assustador! Mas somente ele nos trás as possibilidades de aprendizados, quebra de paradigmas e proporciona a saída da zona de conforto.

Prepare-se para o novo fazendo um planejamento cauteloso, conversando com pessoas que já passaram pela experiência que você quer viver e avalie os cenários negativo, positivo e o mais provável.

 

O julgamento

Sabia que julgar é orgânico? Nosso cérebro é programado para julgar o tempo todo por uma questão de defesa biológica, ou seja, julgamos e seremos julgados. A única coisa que conseguimos controlar é o nosso nível de julgamento, portanto temos que aceitar que toda e qualquer decisão que venhamos a tomar será julgada primeiramente por nós e depois pelos outros.

Em minhas reflexões e observações percebi que muitas pessoas, e eu me incluo nessas “muitas pessoas”, deixam de encerram ciclos importantes por conta do medo do julgamento. E quando o “julgador” é muito importante para nós, ai o medo do julgamento de fato torna-se quase intransponível e acabamos por fim não fazendo aquilo que deveríamos fazer. Normalmente as reflexões que nos acometem são do tipo: E se “fulano” não gostar mais de mim? E se ficar contra? E se não me der apoio? E se…

Há de se ter coragem para correr o risco, porque livrar-se do julgamento, como vimos, é impossível! Todos terão sempre alguma opinião a dar, logo a melhor escolha que podemos fazer é arriscar-se. Lembre-se que algumas pessoas estarão ao seu lado no novo ciclo, e outras não, porque ficarão onde desejam ficar, até porque muitas vezes o encerramento de ciclo tem haver com um fim de relacionamento ou mudança de emprego.

Prepare-se para o julgamento aumentando sua autoconfiança, autoestima, esperança, determinação, saúde física, mental e espiritual.

 

O erro

Muito normal e quase óbvio que nos encerramentos de ciclos façamos algumas coisas que não darão certo e que nos cause arrependimentos. Erro faz parte do aprendizado e estará presente em nossas vidas até o final. Aprendi que na verdade não temos medo do erro, e sim de sermos surpreendidos errando e/ou acusados de erro.

As reflexões mais comuns quando somos tomados pelo medo de errar: E se não der certo? E se essa não for a melhor escolha? E se…

O importante do erro é o que aprendemos com ele, então como é inevitável errar, ao cometer um erro pergunte-se: O que aprendi com isso? Qual o aprendizado dessa experiência?

Prepare-se para os erros com muita humildade, assumindo os erros, tendo coragem para voltar atrás, pedindo ajuda e tirando os aprendizados necessários para prosseguir.

 

Nos meus vários encerramentos de ciclos, aprendi muitas coisas e desenvolvi habilidades que nem sonhava um dia ter. Hoje olho para trás e me orgulho de ter superado esses 3 obstáculos, e sei que apesar de tê-los superado, eles não deixaram de existir, pois em todo novo encerramento de ciclo, eles voltarão para me assombrar, entretanto ao ter passado por eles mais de uma vez, sinto-me forte o suficiente para supera-los!

Apaixonada por gente! Gente foi feita para brilhar como diria o poeta e por isso dedico minha vida a ajuda-las encontrar esse brilho. Empresária na área de desenvolvimento humano, aprendiz da vida, curiosa, amo ler, ver filmes, estar com as pessoas que amo, conversar e não resisto a um pato no tucupí.

Comente

Veja também

start-finish-line
Encerramento de ciclos

O encerramento de ciclos é um evento muito necessário em nossas...

Women sharing text messages on phone
Desconectados

Conectado ou desconectado? Qual o futuro das redes sociais? Você já...

bigstock-Flower-In-Asphalt-6418224-1024x682
Resiliência

O que é ser resiliente? Que termo é esse emprestado da...

6995435-clown
Brincando a gente (se) aprende

Sabe o que significa ser "autôntica"? Não? Então leia o novo...

cosmos_layers-off
Cosmos: Uma odisséia no espaço-tempo

Um documentário científico que fez muito sucesso nos idos de 80,...

stephen-covey-7-havikov-visokoefektivhih-semey
Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Torne-se protagonista da sua história profissional! Em apenas 7 lições simples...

no-alvo-capa
Seja Assertivo!

Como trabalhar melhor sua comunicação? Seja Assertivo! é um verdadeiro manual...

daniel-goleman-author-of-emotional-intelligence
O Cérebro e a Inteligência Emocional

Já ouviu falar de inteligência emocional? Você sabe como a sua...

Foto Igor Matos
Entrevista com Igor Matos

Igor Matos, 27 anos, natural de Recife, Publicitário, atualmente ocupa o...

sidnei_oliveira
Entrevista com Sidnei Oliveira

Sidnei Oliveira, que é consultor, autor, palestrante, empreendedor, articulista da Exame.com,...

Elaine Peixoto
Entrevista com Elaine Peixoto

Psicóloga e coach, atua como Coordenadora de Gestão de Pessoas no...

vanessa
Entrevista com Vanessa Oliva

Mestre em Psicologia e atua como Diretora de Recursos Humanos da...

Figura1
Sedentarismo, fuja dele!

A pesquisa realizada em junho de 2015 pelo Ministério do Esporte,...

caminhar
Saia do sedentarismo caminhando

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 10 mil passos por...

8-03-4
Férias – Um bem nescessário

Não adie suas férias! Precisamos desse tempo para renovar as energias...

espada-samurai
O Código dos Samurais

O que podemos aprender com a atitude mental dos Samurais? ...

avaliacao
Feedback

Teste elaborado por Richard L. Williams, autor do livro Preciso saber...

liderança
Estilos de Liderança

Teste baseado nos 6 estilos de liderança do Ph.D Daniel Goleman....